Crítica – I’m Thinking of Ending Things

Charlie Kaufman continua sua saga de exploração da condição humana, colocando em voga o papel da arte na jornada de auto-descobrimento dos indíviduos.