Oscar 2021 – Melhor Ator (Prévia Final)

A corrida de Melhor Ator deste ano se mostrou calma e sem muitas turbulências. Os 5 indicados eram esperados e formam uma ótima seleção. A categoria é composta por: Steven Yeun (Minari), Anthony Hopkins (The Father), Gary Oldman (Mank), Chadwick Boseman (Ma Rainey’s Black Bottom) e Riz Ahmed (Sound of Metal). A competição está entre um dos maiores atores vivos, Anthony Hopkins, e um querido ator que tornou-se símbolo de heroísmo graças à Marvel, Chadwick Boseman. De certa maneira, as premiações televisionadas aconteceram sem grandes surpresas até o BAFTA. Chadwick estava consolidado como o grande favorito ao Oscar, mas a premiação britânica reviveu, ou até mesmo mostrou que nunca esteve dormente, a chance de Hopkins. Antes de comentar sobre os caminhos que podem se suceder na noite da premiação, uma pequena retrospectiva dos atores merece ser feita. 

Streaming: Riz Ahmed's star ascends in "Sound of Metal" - Blog - The Film  Experience
Riz Ahmed em Sound of Metal (2019), cortesia da Amazon

Riz Ahmed foi um dos queridinhos da crítica pelo seu papel em “Sound of Metal”. Sendo indicado a todos os televisionados, ele recebeu sua primeira indicação ao Oscar e seu respectivo filme foi um dos mais indicados da premiação. Ao lado de Paul Raci, ele entrega uma das melhores atuações do ano. Steven Yeun se tornou o primeiro ator asiático-americano indicado ao Oscar de Melhor Ator por sua performance no filme de Lee Isaac Chung, “Minari”. Sendo o patriarca da pequena família sul-coreana tentando sobreviver ao sonho americano, Yeun recebeu sua primeira bela indicação. Gary Oldman, pelo filme “Mank”, interpretou o co-roteirista de Cidadão Kane, Herman J. Mankiewicz, e recebeu sua terceira indicação. Tendo ganhado o Oscar de Melhor Ator recentemente por sua performance de Winston Churchill no longa “Darkest Hour” de Joe Wright, Gary volta aos holofotes da premiação, mas não mostra muita força para uma possível vitória. Mas ainda na corrida de Melhor Ator também passaram Mads Mikkelsen (Another Round), Tahar Rahim (The Mauritanian), Delroy Lindo (Da 5 Bloods) e Tom Hanks (News of The World). Todos esses merecem menções honrosas por seus papéis em seus respectivos filmes.

Diretor de 'Parasita' acredita que Steven Yeun fará história no Oscar 2021  com o drama 'Minari' | CinePOP
Steven Yeun em Minari (2020), cortesia da A24

No fim, a corrida se resume a duas pessoas: Anthony Hopkins e Chadwick Boseman, como já foi mencionado acima. Chadwick está indicado pelo filme da Netflix “Ma Rainey’s Black Bottom” e Anthony Hopkins pelo longa “The Father” da Sony Pictures Classics. Ambos os filmes são adaptados de peças aclamadas e premiadas. O grande favorito é Boseman e sua vitória é dada como óbvia, mas existem fatores a serem analisados antes: Chadwick está sendo impulsionado pela Netflix e sua campanha massiva através da homenagem ao falecido ator, entretanto, “Ma Rainey’s Black Bottom” não foi tão amado quanto esperado, tendo ficado de fora das categorias de filme e roteiro adaptado. Por outro lado, “The Father” conseguiu alcançar todas as categorias que almejava e algumas das quais “Ma Rainey’s” ficou de fora, a indicação em Montagem e Direção de Arte eram inesperadas, mas aconteceram no fim. O ator de Ma Rainey’s conquistou o Golden Globo, o Critics Choice e Screen Actors Guild por sua performance, mas acabou perdendo no BAFTA para Sir Anthony Hopkins, e embora seja uma vitória que pareça inocente, ela representa alguns pontos relevantes: os britânicos mostraram não ter comprado a narrativa da Netflix sobre Chadwick e que estão do lado de Hopkins na corrida.

Nomadland” triunfa nos BAFTA - C7nema
Anthony Hopkins em The Father (2020), cortesia da Sony Pictures Classics

A votação para decidir os vencedores do Oscar começou no dia 15 de abril e isto é extremamente favorável ao filme “The Father” já que este prevaleceu em Roteiro Adaptado e Melhor Ator no BAFTA, boa parte dos votantes podem se sentir tentados a assistir mais o filme. A performance de ambos os atores foi aclamada e bem recebida, mas existem algumas controvérsias sobre o posicionamento de Viola e Chadwick na corrida ao Oscar, alguns estão em conflitos sobre quem é o real protagonista do filme. Já em “The Father”, a performance de Hopkins é muito chamativa e o filme em si tem muito apelo. A Academia também pode dar prioridade para os filmes lançados no cinema ao invés dos lançados nos streamings e isso pode afetar a corrida de Melhor Ator. Todos esses fatores mencionados formam um caminho coeso para a vitória de ambos, mas para vencer o Oscar de Melhor Ator, Hopkins terá um gigantesco obstáculo: uma narrativa muito bem planejada, firmada e poderosa da Netflix envolvendo um ator que tornou-se um ícone de representatividade em escala mundial.

Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Previous post Writers Guild Awards 2021 (WGA) – Confira os vencedores
Next post Oscar 2021 – Melhor Ator Coadjuvante (Prévia Final)